BRASIL: mais investimentos para o segmento aéreo.

commercial-airplane-taking-off-and-high-resolution_227318

Anúncios

Novos finger´s para o “Galeão” carioca

RIOgaleão - Novas pontes de embarque

As novas pontes de embarque, adquiridas pelo RIOgaleão em abril, começaram a ser instaladas e os dois primeiros equipamentos já estão operando. Com investimento de R$ 46 milhões, não previstos no contrato de concessão, as 32 modernas pontes de embarque de fabricação espanhola estarão em plena operação até abril de 2016. Ao todo, cada terminal contará com 16 posições de estacionamento de aeronaves – todas atendendo com os novos equipamentos. Os novos fingers, considerados os mais modernos do mercado, têm, entre outros diferenciais, sensores de aproximação de turbinas, que evitam colisão com aeronaves próximas. Para dar mais conforto aos passageiros, as pontes fixas, onde são acopladas as móveis, também estão passando por retrofit e receberão dois aparelhos de ar-condicionado para refrigeração dos ambientes. Com a troca de todos os equipamentos, o Aeroporto Internacional Tom Jobim passará a operar com três posições adicionais de embarque, já que anteriormente existiam 29 pontes em operação, além das 26 adicionais com a inauguração do novo píer no próximo ano, totalizando 52 fingers. “A troca das pontes de embarque é mais um dos investimentos que realizamos com o objetivo de otimizar os procedimentos de embarque e desembarque do RIOgaleão, o que garante mais tranquilidade e conforto aos nossos passageiros” – destacou Luiz Rocha, presidente da concessionária. Desde que assumiu o aeroporto, em agosto de 2014, o RIOgaleão iniciou um programa de melhorias de infraestrutura bastante estruturado, que prevê investimentos da ordem de R$ 2 bilhões até 2016. Além da substituição das pontes de embarque, também se destacam, entre as prioridades, as grandes obras de melhoria da infraestrutura com a construção do Píer Sul, com aproximadamente 100 mil m² de área, 26 novas pontes de embarque e pátio de aeronaves de 260 mil m²; dos quatro novos andares do Edifício garagem, no estacionamento do Terminal 2, com oferta de mais 2.700 vagas; e as obras do Terminal 2 para conexão do terminal ao píer sul e para abertura de espaço do terminal nunca usado antes. A revitalização do sistema de ar condicionado, que será concluída antes do próximo verão; a manutenção de escadas rolantes e elevadores, que passaram por reformas e tiveram equipamentos antigos substituídos; e a modernização do sistema elétrico e de som também ganham destaque no pacote de investimentos. Mais de R$ 30 milhões estão sendo investidos nessas áreas até o próximo ano. [Adamo Bazani, editor MTb 31521SP, do Rio de Janeiro, RJ * Foto: Imprensa/RIOgaleão]

Azul: 1 ano de operação em SP, Congonhas.

DSCN5515

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras completou um ano de operação comercial no Aeroporto de Congonhas, em SP. Com 13 voos diários ofertados desde novembro de 2014, operados pelos jatos Embraer 195, de 118 assentos, a companhia transportou cerca de 400 mil Clientes, considerando embarques e desembarques. Ao todo, são mais de quatro mil ligações da Azul em um ano a partir de Congonhas – a empresa tem ligações regulares diárias do terminal paulistano para BH (Confins), Porto Alegre e Curitiba. “A operação da Azul em Congonhas representa ainda mais comodidade aos Clientes que desembarcam diretamente na capital paulista para seus compromissos. Estamos muito satisfeitos com os resultados no terminal paulistano, pois além de termos uma boa aceitação, oferecemos em Congonhas um produto único no mercado, que torna a experiência dos viajantes ainda mais agradável” – enfatizou Marcelo Bento, diretor de Planejamento e Alianças da companhia brasileira.

DSCN5506

Com a oferta de voos em horários convenientes a partir de Congonhas, os Clientes podem chegar a mais de 80 cidades brasileiras com apenas uma conexão. Além disso, a operação com jatos E195 garante comodidades exclusivas, como a TV SKY ao vivo – são mais de 40 canais de notícias, esportes e entretenimento exibidos em telas individuais. Outros destinos – Ainda, a Azul opera voos regulares aos fins de semana para o Rio de Janeiro (Santos Dumont), Porto Seguro e Ilhéus, na Bahia. Entre dezembro e fevereiro – alta temporada de verão –, a companhia terá voos extras para Salvador, novo mercado temporário da companhia, além de ampliar as frequências para Porto Seguro, Ilhéus e Belo Horizonte. Congonhas foi a primeira base da Azul a ter maçã no serviço de bordo das aeronaves. Depois do sucesso a partir do terminal paulistano, o produto foi expandido para outros destinos servidos pela companhia. Os clientes também podem aproveitar o Café da Manhã Azul, servido desde setembro em todos os voos da companhia que decolam entre 5 e 10h da manhã. Além do café, o cardápio matinal inclui snacks como biscoito de polvilho, bolinho de chocolate, cookie integral e a própria maçã. Desde outubro, a empresa conta também com o Happy Hour Azul em voos que partem de Congonhas e outras cidades entre 16 e 21h da noite, de quarta a sexta-feira. [Elias Marques, editor MTb 49162SP, de SP – Fotos: Arq. NOP-Fly/Inflyght Aéreo]

A380: agora, batizado comercialmente no Brasil

airbus_a380_emirates_guarulhos

O Airbus A380 de peso aproximado de 560 mil kg [totalmente carregado] e de peso máximo para decolagem de 575 mil kg, fez a sua estreia no Aeroporto Internacional de SP – o de Cumbica, em Guarulhos. Com velocidade de cruzeiro de 910 km/h [máxima de 970 km/h], limite de altura de voo de 13.136 m e autonomia para viagens com até 15,7 mil km de distância, o avião construído na cidade de Toulouse, no sul da França [onde também fica o escritório central da Airbus] começou a operar em 2007 tendo o seu primeiro pouso comercial no dia 14 de novembro.

airbus_a380_emirates_guarulhos_1

Contando com 72 m de comprimento, envergadura de 79 m, 24 m de altura e 845 metros quadrados de área das asas, o maior avião comercial do mundo foi batizado em solo brasileiro. Na gigantesca aeronave estava sobre a bandeira da Emirates Airline. no vídeo acima. A aeronave Airbus A380 tem a configuração para três classes (econômica, executiva e primeira classe) e capacidade para transportar cerca de 525 pessoas. [Helio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de Guarulhos, SP – Foto: Divulgação]

GRU-Airport: novos portões e nova reformulação no aeroporto internacional!

O Aeroporto Internacional de SP – Cumbica de Guarulhos, mudou pela primeira vez na história, a numeração dos seus portões e terminais. Os atuais terminais 1 e 2 [destinados a voos domésticos e voos internacionais na América do Sul e Central] passam a ter um único nome: “Terminal 2”. A outra alteração é o “Terminal 4” – que concentra os voos regionais das companhias aéreas Azul e da Passaredo, rebatizado para “Terminal 1”. Já o “Terminal 3” – que abriga 80% dos voos internacionais permanece inalterado. Os portões de embarque de todo o aeroporto receberam também nova numeração. O primeiro dígito de cada portão fará referência ao respectivo terminal em que ele está, padrão similar e idêntico adotado em aeroportos mundiais. Assim os portões de número 101 a 109 estão no “Terminal 1”. Os portões de 201 a 246 estarão localizados no “Terminal 2”. E os portões 301 a 326, ficam no “Terminal 3”. As companhias aéreas foram informadas sobre as mudança em agosto último. As orientações para os passageiros quanto à nova forma de embarque foram evidenciados aos usuários e passageiros do Aeroporto guarulhense. Segundo Marcus Santarém, presidente da concessionária GRU Airport e atual responsável pelo aeroporto de Guarulhos, destacou que os todos os colaboradores foram e têm sido treinados para orientar os usuários sobre as mudanças. [Helio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de Guarulhos, SP – Foto: Divulgação]