Aéreas orientais: destaque mundial na aviação comercial!

emirates_airlines_airbus_a380_1

Analistas do setor de aviação destacam as companhias aéreas Emirates Airlines, Etihad Airlines e Qatar Airways – como nomes fortes na segmento. Juntas, essas companhias aéreas incorporaram em suas frotas mais de 400 aeronaves com dois corredores, com capacidade para até 850 passageiros e ideias para serem realizadas viagens transoceânicas. Tanto a fabricante Airbus como a Boeing deverão entregar vários aviões ao longo dos próximos dez anos.

etihad_airways_2012_6a

A ida às compras das companhias do Oriente Médio demonstram a força operacional e a atuação comercial dessas aéreas. Juntas, a frota das citadas é maior do que todas as linhas aéreas norte-americanas (que por décadas dominaram o mercado mundial). Como destaque a Emirates encomendou 150 unidades do Boeing 777X, o novo grande avião da fabricante americana, e outros 50 A380, a máquina da Airbus que permite até 850 passageiros. A companhia foi a responsável por colocar Dubai entre os maiores pontos de conexão do mundo. Eles esperam alcançar 70 milhões de passageiros até 2020, ante os 39 milhões que embarcaram em 2012.

qatar_airways_2012_1b

Já a Qatar Airways colocou em seu carrinho de compras 50 Boeing´s 777X e a Etihad, 30 Boeing´s 787, 50 A350 e mais 53 outros. Doha e Abu Dhabi, coincidentemente, já são pontos importantes de conexão de voos do planeta. [Jean R Dierckx, de Bruxelas, Bélgica – Correspondente para a REVISTA INFLYGHT AÉREO * BRASIL – Images: Press]

Modern Logistics: operação completa com o novo avião cargueiro!

modern_logistics_a_airplane modern_logistics_airplane

A Modern Logistics já está operando com o seu primeiro avião Boeing 737-400 da série “Cargo”. A empresa é comandada por executivos que fundaram a Azul Linhas Aéreas. A companhia deverá compor até o final deste exercício com uma frota operacional de 3 unidades “737-400”. Em 2016 chegarão 2 aviões ATR-72 Cargo e ainda 6 aeronaves Boeing 737-400 Cargo. Até 2020 serão 36 aeronaves na frota da Modern Logistics. Com a chegada da primeira aeronave, os voos comerciais interligam Campinas a Manaus e Recife (sempre com os voos para os centros de distribuição, alinhados com o transporte terrestre). A Modern Logistics investiu US$ 75 milhões, cuja empresa oferece os melhores serviços logísticos que englobam toda a cadeia para os clientes (do embarque à entrega final). Com isso a companhia conta com o transporte aéreo próprio, armazenagem própria com 15 CD´s Centros de Distribuição e ainda na operação do transporte terrestre com parceiros estratégicos – como a TA Transportadora Americana, Braspress, Jadlog, Atlas, Termaco e Covre. Na primeira fase a Modern Logistics conta com os centros de distribuição em Jundiaí, Campinas (no aeroporto de Viracopos, em obras), Manaus, Goiânia, Recife, Porto Alegre, RJ e Curitiba (ada um com capacidade mínima de 5 mil m quadrados, exceto o de Viracopos que terá 10 mil m quadrados). [Hélio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de SP – Foto: Divulgação]

Avianca Brasil: sucesso “no ar” e na atuação comercial!

airplane_avianca_a320

A Avianca Brasil que opera nas cidades de Aracajú, BH (CNF Confins), Brasília, Campo Grande, Chapecó, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Ilhéus, João Pessoa, Juazeiro do Norte, Maceió, Natal, Passo Fundo, Petrolina, Porto Alegre, Porto Velho, Recife, RJ (GIG Galeão e SDU Santos Dumont), Salvador e SP (CGH Congonhas e GRU Guarulhos) alcançou um crescimento de 16% (quando comparado ao exercício anterior, o de 2013).

avianca-airbus-a321-200

A aérea transportou 6.881.154 passageiros em 2014, com 82,8% de aproveitamento nos voos domésticos. Atualmente a Avianca possui 8,4% de participação no mercado doméstico e em carga paga representa apenas 6,8% do volume transportado por todas as empresas. [Elias Marques, editor MTb 49162SP, de SP – Foto: Arq. NOP-Fly/Inflyght Aéreo]

Executivos da Gol destacam a nova identidade da companhia aérea brasileira!

Gol-PR-GXZ-2015

A empresa aérea Gol [frota operacional de 34 unidades Boeing 737-700 e ainda 98 da série 737-800] recebeu o sue primeiro “737 800 MAX” com muitas novidades, além é claro da nova identificação visual. A Gol realizou a firme encomenda de 60 modernas aeronaves “MAX” da fabricante norte-americana.

Gol-PR-GXZ-2015-b

Na entrega da primeira aeronave, Donna Hrinak – representando a Boeing destacou: “A Gol é um de seus principais clientes do Boeing 737 NG e MAX no mundo e deve receber os novos modelos da Boeing já a partir de 2017” – enfatizou a executiva. Com a inclusão desses novos aviões a Gol espera atingir a média de 10 a 15 novas e modernas aeronaves por ano até o ano de 2023. “Estamos colocando em nossa frota as melhores tecnologias” – descreveu Constantino Jr, presidente do conselho da companhia.

Gol-PR-GXZ-2015-a

Também a empresa destaca o novo sistema de entretenimento a bordo das aeronaves da Gol – mundialmente conhecida como “Gogo!”, e no serviço que será oferecido a partir de meados de 2016: o “2KU” (via satélite). Nisto será permitido o uso do “Wi-Fi” para o imediato acesso a internet bem como os celulares e computadores móveis dos passageiros. “Com o nosso entretenimento a bordo, os clientes irão desfrutar do IPTV, com canais de televisão ao vivo e também com uma atualizada programação de filmes e desenhos como conteúdo adicional” – finalizou Paulo Kakinoff, presidente da Gol.

Gol-PR-GXZ-2015-c

[Hélio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de SP – Fotos: Gol/Imprensa]

Gol: após 14 anos, muda identidade visual!

gol-boeing-737-8005
A companhia aérea Gol Linhas Aéreas iniciou as operações comerciais com sua nova aeronave adaptada para pousos em pistas curtas e também apresentou a sua nova identidade visual da empresa após 14 anos de operação (como detalhe da pintura que recebeu um impacto mais brilhante no logotipia da empresa). A aérea brasileira [a primeira companhia que em 2001 apresentou as tarifas de baixo custo] também revelou como pacote de novidades a inclusão de “Wi-Fi” em todas as suas aeronaves. Com a aeronave Boeing 737-800 MAX – adaptada para pousos em pistas curtas, recebeu como denominação a sigla SFP Short Field Performance — Operação em pistas curtas, cuja adequação é ideal para os aeroportos de Congonhas (SP) e Santos Dummont (RJ) – com pistas de 1640 m e 1323 m, respectivamente. [Hélio Luiz de Oliveira, editor MTb 69429SP, de SP – Foto: Divulgação)

TAM: em nota, aérea brasileira fará redução operacional devido a crise econômica!

DSCN0671

A TAM informou em nota que irá reduzir cerca de 10% as suas ações operacionais devido a situação econômica em que vive o País. Também reafirmou que fará uma readequação no quadro de seus colaboradores, e que assim, em estudo, vai cortar cerca de 2% do seu rol de funcionários. Nenhuma rota aérea nacional será atingida, e segundo dados da própria empresa, os voos serão mantidos para todos os principais destinos do território nacional. [Hélio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de SP – Foto: Arq. Inflyght Aéreo]