O avião de propulsão solar “Solar Impulsione 2”

Mideast Abu Dhabi Solar Plane

Abu Dhabi – O avião de propulsão solar “Solar Impulsione 2” decolou de Abu Dhabi, a capital dos Emirados Árabes Unidos, com destino a Omã, na primeira etapa de uma viagem de cinco meses ao redor do mundo. O piloto André Borschberg, um dos comandantes desta nave movida unicamente à energia solar, decolou da pista do aeroporto Al Batin, com destino a Mascate, capital do sultanato de Omã. O “Solar Impulse” cortou os céus do extremo leste da península Arábica para cobrir cerca de 400 km que separam as duas cidades. Outras 11 paradas, sem usar uma gota de combustível fóssil, devem ser realizadas para completar a volta inteira em torno da terra. Este é o segundo protótipo. O primeiro (mais leve e menos potente), realizou seu primeiro voo em 2010 e foi capaz de viajar por 26 horas seguidas e atravessar EUA de costa a costa em cinco períodos. O avião tem asas de 72 m de envergadura e está coberto por uma fina camada de fibra de carbono que possui cerca de 17.248 células solares para dar autonomia por até cinco noites e cinco dias. A velocidade máxima em que o avião poderá navegar será de 90 km/hora ao nível do mar e de cerca de 140 km/hora na sua altitude máxima que é de 8,5 mil m. A cabine do “Solar” tem 3,8 metros quadrados (suficientes para armazenar o oxigênio, a comida, a água, o paraquedas e o resto do equipamento necessário para o piloto) e assento ergonômico reclinável. Voando a 8.500 m de altitude e de noite, o equipamento aéreo pode economizar energia, mesmo descendo até atingir 1.500 m. As próximas viagens serão para Índia e Mianmar (antes da maior etapa do trajeto, a que liga Nankin, na China, com o Havaí, e que deve durar cinco dias) e depois cruzará os EUA (com parada no sul da Europa ou Norte da África antes de chegar de novo a Abu Dhabi). No total, para dar a volta ao mundo, a aeronave percorrerá 35 mil km a uma velocidade média que variará entre 50 e 100 km. [Jean R Dierckx, de Bruxelas, Bélgica – Correspondente para a REVISTA INFLYGHT AÉREO – BRASIL – Image: Press]

A “lista” das melhores empresas aéreas da atualidade…

Cathay-Pacific-Boeing-747-400_PlanespottersNet_279364

A SkyTrax divulgou a lista das melhores empresas aéreas do mundo em 2014. No ranking, encabeçando o rol das privilegiadas companhias aéreas mundiais está a Cathay Pacific – que teve como grande destaque, segundo os passageiros, a primeira classe dos voos de longas distancias. Com sede em Hong Kong, a empresa opera em mais de 90 voos por todos os continentes, mas ainda não possui rotas no Brasil. Na segunda posição está a “Qatar Airways” – pontuada pelo conforto de seus assentos e ainda pelo entretenimento a bordo. A empresa opera para 125 países e está expandindo seus serviços de Catar para outros 50 diferentes e novos destinos. Com a pontuação máxima para a primeira classe e ainda nos excelentes serviços de bordo da classe executiva, a Singapore Airlines foi à terceira colocada entre as melhores companhias aéreas do mundo. O serviço de bordo foi o grande trunfo da companhia aérea, que trabalha com voos para 90 cidades em 40 países. A Emirates é a quarta colocada segundo a SkyTrax. A empresa opera quase que todos os seus voos por meio do Aeroporto Internacional de Dubai, e possui a maior frota do mundo dos consagrados aviões de fabricação da Airbus – o “A380”. O destaque da companhia ficou por parte do seu sistema entretenimento, que inclui uma ampla seleção de opções de vídeo e música ao gosto do passageiro. A Turkish Airlines está na quinta colocação. A companhia aérea turca voa para mais de 100 países e mais de 200 diferentes localidades do mundo e que possui um “hub” na turística cidade de Istambul. A ANA All Nippon Airways – que é a maior companhia aérea internacional no Japão, ocupa a sexta posição entre as empresas aéreas de destaque durante 2014. A mesma opera com a maior frota mundial de “Boeing 787 Dreamliner”, com forte atuação nos itens avaliados como limpeza e o bom serviço de bordo. A companhia aérea Garuda Indonesia ficou na sétima colocação do ranking, com elogios por seus assentos confortáveis e o belo cardápio da cozinha do sudeste asiático. A companhia Asiana Airlines (8a. colocada) foi a quinta empresa avaliada em 2013, ficou na oitava posição. A Etihad Airways é a terceira companhia aérea do golfo árabe a aparecer entre as melhores. A empresa de Abu Dhabi possui uma frota modernizada que leva seus passageiros para 96 destinos. Sua principal característica são os mimos que oferece, como os fones de redução de ruído e a iluminação na cabine que é ajustada para manter seus passageiros bem descansados. Na décima posição da SkyTrax está a maior companhia aérea da Europa, a “Lufthansa”. [Jean R Dierckx, de Bruxelas, Bélgica – Correspondente para a REVISTA INFLYGHT AÉREO – BRASIL – Images: Press].

“Norwegian Air” – sucesso no “céu” e em terra…

Boeing_737-8FZ,_Norwegian_Air_Shuttle_AN1629223

A companhia aérea norueguesa de baixo custoplaneja operar com voos diretos ligando Londres, Copenhague, Oslo e Estocolmo para o Brasil, a Índia e ainda a África do Sul até o final de 2016. “Estes novos destinos estão definitivamente em nosso planos” – afirmou Anne-Sissel SkaaGOnvik, gerente da Norwegian Air, acrescentando que dependendo da disponibilidade de aeronaves, a empresa pretende abrir as rotas até o final deste ano.A companhia lançou voos de longa distância a partir de Oslo, Estocolmo e Copenhague para a Tailândia e os EUA ainda em 2013 e, desde então, acrescentou esses voos a partir de Londres. “Seria natural para essas rotas voar a partir das capitais escandinavas e de (do aeroporto de) Londres Gatwick, onde já estamos vendo um crescimento sem precedentes.”

norwegian-flight-interior

A Norwegian atualmente utiliza sete aeronaves Boeing Dreamliner para sua operação de longa distância e tem mais 10 encomendados para entrega em 2015 e nos próximos anos. [Jean R Dierckx, de Bruxelas, Bélgica – Correspondente para a REVISTA INFLYGHT AÉREO – BRASIL – Images: Norwegian Air/Press]

“170 milhões de passageiros” voando a mais…

ATR 72-600 Air New Zealand MSN 1051 air to air

A IATA – a associação internacional de transporte aéreo, em suas publicações de estatísticas anuais, anunciou em Genebra que cerca de 3,3 bilhões de passageiros utilizaram o avião como meio de transporte durante todo o exercício físico de 2014. Ao todo foram 170 milhões a mais do que verificado no ano de 2013. Mais da metade do crescimento do número de passageiros foi registrado nas regiões da Ásia-Pacífico e ainda o Oriente Médio. A China contribuiu para o aumento de 11% nas viagens aéreas. Já o mercado interno russo cresceu 9,8% em 2014, mas com sua economia em recessão. Nos voos internacionais, o número de passageiros no mundo subiu 6,1%, e a capacidade oferecida 6,4% informou a Iata. Para as companhias latino-americanas, o tráfego aéreo teve uma alta de 5,8%, enquanto que na América do Norte o aumento do número de passageiros internacionais foi de apenas 3,1%. Na Europa, também houve avanço, de 5,7%, assim como na região Ásia-Pacífico, de 5,8%. Na África, o crescimento foi mais baixo, de apenas 0,9%, o que, segundo a Iata, não está relacionado à epidemia de Ebola, e, sim, à situação econômica. As companhias do Oriente Médio registraram um crescimento de 13%, o maior do mundo. [Jean R Dierckx, de Bruxelas, Bélgica – Correspondente para a REVISTA INFLYGHT AÉREO – BRASIL – Image: Press]

As “estrelas” da Azul….

azul_a330_200

Os aviões – modelo “A330-200” receberam as matrículas “PR-AIW” e “PR-AIX”, e batizadas respectivamente de “Welcome to Azul” e “I  Azul” – na frota da Azul Linhas Aéreas Brasileiras para as operações internacionais. O modelo A330-200, matrícula PR-AIW, partiu de Lake Charles, nos EUA, enquanto a aeronave de matrícula PR-AIX partiu de Singapura, com escala em Joanesburgo, na África do Sul. Já o primeiro “A330” foi recebido em junho de 2014, e o segundo, em agosto do ano passado. Já o terceiro pousou em solo brasileiro em novembro de 2014. Outras duas aeronaves deste modelo integraram a frota neste primeiro trimestre de 2015. A partir de 2017, chegarão ao Brasil cinco novos e modernos “A350-900” adquiridos pela Azul. A companhia iniciou voos para Fort Lauderdale/Miami e Orlando, nos EUA, em 1º e 15 de dezembro, respectivamente. A companhia aérea apresenta o maior número de destinos servidos no País, cuja frota é composta por 145 aeronaves, mais de 10 mil funcionários, mais de 900 voos diários, 105 destinos servidos e um terço do total de decolagens por todo o Brasil. A qualidade de seus serviços já foi atestada por inúmeros prêmios, nacionais e internacionais. Em 2014 foi eleita pela quarta vez consecutiva pela Skytrax World Airline Awards como “Melhor companhia aérea low-cost da América do Sul”. A Azul também recebeu em 2013 o prêmio de “Companhia Aérea mais Pontual da América do Sul”, concedido pela FlightStats. Neste mesmo ano, a companhia foi reconhecida como melhor companhia aérea low cost do mundo pela CAPA – Centre for Aviation. [Helio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de SP – Image: Press/Azul Linhas Aéreas]