Aviação Executiva deve ter um novo impulso no país!

Aviação executiva

beechcraft_baron_g58_80

Moreira Franco, ministro da Aviação Civil afirmou que o Governo Federal quer atender o segmento de aviação executiva: “Temos uma frota grande, por isso é necessário aumentar a produtividade. Sabemos que a aviação executiva acelera o processo decisório, promovendo o crescimento do país” – enfatizou Franco. Para dar apoio a esse setor, estão sendo autorizados voos para diversos aeroportos privados e executivos em SP [sendo três deles em construção], no Recife, no RJ, em MG e na região Centro-Oeste. “Precisamos fortalecer a ANAC para que ela possa ter estrutura para fiscalizar mais efetivamente todos esses aeroportos brasileiros” – afirmou o ministro. Moreira Franco também descreveu sobre a aviação regional no país: “Queremos garantir um aeroporto a cada 100 km de distância, com 270 aeroportos, entre novos, ampliados e modernizados” – finalizou o titular da pasta ministerial. Atualmente o Brasil conta com apenas 100 aeroportos que operam com voos comerciais, o que se torna totalmente insuficiente para a atual demanda nacional. Outras licitações deverão ocorrer o que garante a plena certeza de que o Governo Federal promete cuidar da aviação regional. [Helio L. Oliveira, editor MTb 69429SP – Foto: Divulgação]

Anúncios

SETE: uma empresa regional com forte atuação na região Norte e Centro-Oeste!

sete_linh_aere_11

Sete Linhas Aéreas

sete_linh_aere_10

Sete Linhas Aéreas

A SETE [Serviços Especiais de Transportes Executivos] Linhas Aéreas (que desde 2006 passou a operar com voos regionais) é a companhia aérea brasileira sediada em Goiânia, GO, tendo as suas principais bases operacionais o Aeroporto de Goiânia/Santa Genoveva (onde estão localizados os hangares da empresa), o Aeroporto Internacional de Brasília (DF), o Aeroporto de Palmas (TO), o Aeroporto de Marabá (PA) e o Aeroporto Internacional de Belém/Val de Cans (PA). A empresa atua em GO, no DF, no TO, no nordeste do MT, no PA e no AP. É a principal companhia aérea regional das regiões central e centro-norte do Brasil. Em muitas das cidades que são servidas pela companhia, apenas a SETE opera vôos regulares, sendo no total atendendo 18 localidades. A companhia aérea possui sete aeronaves (como o Embraer EMB 120 – duas aeronaves com trinta lugares cada e ainda o Cessna C208B Grand Caravan – cinco aviões, com nove lugares cada). [Elias Marques, editor MTb 49162SP, de Goiânia, GO – Fotos: SETE Linhas Aéreas]

Novos ônibus para o serviço terrestre da Azul!

DSCN5488

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras está oferecendo mais uma comodidade aos clientes com a linha de ônibus gratuito ligando os aeroportos de Congonhas (SP) e Cumbica (Guarulhos). O novo trajeto tem oito frequências de segunda à sexta, cinco aos sábados e sete aos domingos. A companhia ainda distribuirá 20 mil vouchers de R$ 50 para quem embarcar no ônibus em Congonhas, SP. Para utilizar o serviço, será necessário apresentar a reserva de passagem. Os coletivos (personalizados com a identificação tradicional) receberam uma pintura adicional que destaca o novo trajeto oferecido. Os ônibus contam com 46 poltronas estofadas e reclináveis e são equipados com sistema “Wifi”, o que garante mais conforto na viagem entre os destinos. “Com a nova linha, vamos facilitar a chegada dos clientes a Guarulhos, onde registramos crescimento na oferta de voos.

onb_azul_linhas_aereas_nav_sc

O Terminal 4 é o primeiro no acesso pela Rodovia Helio Smidt e conta com amplos espaços para os passageiros. Da mesma forma, quem desembarca em Cumbica terá uma opção mais cômoda para chegar à região central ou à Zona Sul de SP”, afirmou a diretora de Aeroportos da Azul, Elisabete Antunes. Diariamente, a Azul tem cerca de 40 voos a partir de Guarulhos. As operações diretas chegam a 13 destinos: Salvador, RJ (Santos Dumont), Recife, Porto Alegre, BH (Confins e Pampulha), Goiânia, Curitiba, Cuiabá, Brasília e Araçatuba. Além disso, recentemente, a Azul passou a contar com voos sem paradas também para Ilhéus e Navegantes. Ao todo, considerando escalas e conexões, a companhia atende a até 80 destinos em Guarulhos. Atualmente são 30 ônibus que fazem diariamente o trajeto a partir do Aeroporto Internacional de Campinas (Viracopos). Os destinos são o Terminal Rodoviário da Barra Funda, Shopping Eldorado, Shopping Tamboré e aeroporto de Congonhas. Para o interior de SP, há transporte gratuito para Sorocaba, Piracicaba e Santa Bárbara d´Oeste a partir do aeroporto em Campinas. Os trajetos gratuitos de ônibus também se estendem a SC, onde há ligação sem custo para “Clientes da Azul” entre Blumenau e Navegantes. No ano passado, 1,7 milhões de passageiros passaram pelo aeroporto em embarques e desembarques com a Azul. Em relação a 2012, a companhia transportou cerca de 600 mil clientes. Por Elias Marques, editor MTb 49162SP, de Navegantes, SC – Fotos: NOP-Fly/Imprensa979/Inflyght Aéreo/Comil/Azul Linhas Aéreas/SC

Brasil: mês de férias e de Copa do Mundo, aviação comercial atende a todas as expectativas previstas.

DSCN4320

Nesses meses de junho e julho estão previstos apenas pela TAM cerca de 750 voos domésticos e 350 internacionais, incluindo o novo voo entre Fortaleza e Miami que começou a ser operado no final de maio último. Já a Azul vai operar com uma frota de 135 aeronaves.

DSCN5515

A Gol vai remanejar 1,2 mil funcionários para atender ao crescimento do fluxo de passageiros nos principais aeroportos, em função da Copa do Mundo e das férias escolares.

DSCN5523

Por Helio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de São José do Rio Preto, SP – Fotos: NOP-Fly/Imprensa979/Inflyght Aéreo

Gol Linhas Aéreas: renovação da frota de aeronaves!

A Gol Linhas Aéreas retirou em 2013 onze aeronaves 737-300 Classic da frota e que as demais (oito unidades) estão sendo vendidas ou retornadas aos lessores. Além da frota operacional e dos “737-300 Classic”, a companhia também mantinha, ao final de dezembro, uma versão do “767-300/200” e mais quatro aeronaves “Boeing 737 Next Generation” (NG) (que não estavam operando por estarem em processo de devolução). Com isso, a companhia aérea com sede em SP totalizou uma frota de 150 aeronaves. Dessa frota total, 96 estavam sob o regime de leasing operacional e 46 em leasing´s financeiros. Das 46 aeronaves (leasing financeiro), um total de 40 aviões possuem opção de compra ao final do contrato. A Gol encerrou então o ano de 2013 com uma frota operacional de 137 aeronaves “B737-700 NG” e “B737-800 NG”, número que pretende manter até o final deste ano, conforme informou a companhia em seu relatório de resultados. A idade média das aeronaves é de 7,1 anos. Durante 2013, a Gol recebeu 15 aeronaves em regime de arrendamento operacional e apenas uma em regime de arrendamento financeiro. Por outro lado, houve a devolução de 3 aeronaves sob-regime de arrendamento operacional. No ano passado, a Gol realizou investimentos de R$ 737 milhões (sendo 56% no plano de aquisição de aeronaves, 43% em aquisições de peças aeronáuticas e reconfiguração e benfeitorias em aeronaves e 1% em bases, tecnologia da informação e na expansão do CM Centro de Manutenção localizado em Confins, MG). A companhia possui com a fabricante Boeing 139 pedidos firmes para aquisição de aeronaves (o que corresponde a aproximadamente R$ 36,6 bilhões, não considerando os descontos contratuais). Por Eduardo J Oliveira, editor MTb 15675SP, de SP – Fotos: NOP-Fly/Inflyght Aéreo

DSCN1177 DSCN1180

A moderna aeronave Phenom 300 da Embraer!

O jato Phenom 300 da brasileira fabricante de aviões!

 phenom_300_embraer_bra

 Com uma cabine espaçosa (projetada em parceria com o BMW Group DesignworksUSA) e o maior bagageiro de sua categoria, a aeronave Phenom 300 se destaca entre os jatos exeuctivos de preferencia pelos mais exigentes clientes em todo o mundo. A aeronave tem desempenho entre os melhores jatos da categoria “light”, com velocidade máxima de cruzeiro de 453 nós (839 km/h) e um alcance de 3650 km (1,971 milhas náuticas) com seis ocupantes nas condições NBAA IFR, o que permite voos diretos de London City Airport até Samara, na Rússia, ou Ankara, na Turquia. Tido como o melhor em desempenho de pista da sua classe, o Phenom 300 tem custos de operação e de manutenção menor do que seus concorrentes. A aeronave voa a uma altitude de 45 mil pés (13.716 m), propulsionada por dois motores Pratt & Whitney Canada PW535E, com 3360 libras de empuxo cada. A cabine de comando permite operação por um só piloto e oferece a opção avançada Prodigy Touch Flight Deck. O conforto dos assentos, com capacidade de reclínio e amplo movimento é acentuado pela melhor pressurização de cabine entre os jatos leves (na altitude máxima de 6600 pés). Os recursos tipicamente encontrados em categorias superiores são ponto único de reabastecimento, manutenção externa do toalete e uma elegante escada. O Phenom 300 oferece zonas de temperatura distintas para pilotos e passageiros, uma ampla galley, opções de comunicação de voz e de dados e um sistema de entretenimento. Graças as suas janelas grandes de sua classe, proporcionam a luz natural na cabine e no toalete do jato. Por Adamo Bazzani, editor 31521SP, de SP – Foto: Embraer/Imprensa.

Azul Magazine: sucesso no ar, na terra e a bordo…

DSCN5506

A “Azul Magazine” – revista de bordo da Azul comemorou um ano de circulação, cuja edição é distribuída gratuitamente dentro das aeronaves da companhia. Foram mais de um milhão de cópias foram distribuídas nas aeronaves. A edição chega a dois milhões de leitores a cada mês. “A Azul Magazine é um grande sucesso. Tivemos um retorno muito positivo do público e podemos perceber pela quantidade de clientes que levam a revista para a casa após o voo. O material apresenta conteúdo para os mais variados gostos e ressalta muito a diversidade cultural brasileira, além de permitir que o cliente Azul já possa pensar em sua próxima viagem” – destacou o diretor de Comunicação, Marca e Cultura da Azul, Gianfranco Beting.

azul_mag_press

A publicação reúne dicas culturais, gastronômicas, roteiros de viagens para todas as regiões do país e entrevistas com personalidades brasileiras. Elias Marques, editor MTb 49162SP, de SP – Imagens/Foto: NOP-Fly/Imprensa979/Azul Linhas Aéreas/Imprensa