Eis a décima quinta edição da LABACE 2017!

A LABACE 2017 celebrou a passagem dos seus 15 anos de apresentação, naquele que é o maior evento de aviação executiva da América Latina. Ao todo foram expostos 45 aeroneves de 130 grandes marcas mundiais da indústria de aviões, helicopteros e outros equipamentos, no antigo hangar da Vasp no Aeroporto de Congonhas, em SP. A fabricante brasileira EMBRAER apresentou cinco modelos dos seus 180 jatos executivos, com destaque as aeronaves: “Phenon 100”, “Phenon 300”, “Legacy 450”, “Legacy 500” e ainda o “Legacy 650E”.

O “650E” é o mais potente deles, com capacidade para 12 passageiros, cozinha a bordo e autonomia avionica de mais de 7 mil km, com valor de aquisição na casa de US$ 26 milhões (ou R$ 82,1 milhões). A TAM Aviação Executiva – que representa as empresas Cessna Aircraft, Beechcraft e Bell Helicopter, apresentou em seu stand os serviços de manutenção, gerenciamento e fretamento de aeronaves.

Além disso, exibiu algumas máquinas potentes, como o novo jato executivo “Cessna Citation Latitude” – líder de vendas na categoria midsize, o modelo é avaliado comercialmente em cerca de US$ 16,3 milhões, dado ao seu excelente conforto. Já a canadense Bombardier Aviation apresentou dois best sellers durante a LABACE 2017: como o “Challenger 350” – ícone da categoria médio-alcance que custa US$ 27 milhões.

Mostrou tambem a fabricante: o “Global 6000” – jato mais luxuoso do mundo, capaz de ligar SP a Lisboa, Madrid, Nice ou Londres, sem escalas (que custa US$ 62,3 milhões, ou cerca de R$ 196,8 milhões).

O jato “8X” de capacidade para até 19 passageiros, é um dos aviões expostos na galaria como um dos mais mais caros na LABACE 2017: US$ 57,5 milhões (cerca de R$ 181 milhões) fabricado pela Dassault Falcon. A Honda Jet tambem expôs o seu jato mundial. Ainda durante o evento foram expostos vários helicópteros como da Helibras e outras renomadas fabricantes mundiais. “Estamos mais otimistas em referencia a edição anterior, e nesses 15 anos mostramos os principais players da indústria mundial, registrando assim os primeiros sinais da retomada econômica brasileira. Já em relação ao atual cenário global da aviação, podemos afirmar e acreditar que este evento de 2017 será bastante positivo nos negócios” – destacou Flavio Pires, Diretor Geral da ABAG.

O executivo reafirmou ainda que o potencial do Brasil para a aviação executiva é muito grande, por isso a LABACE atrai o olhar de empresas do mundo inteiro. “Neste ano nos surpreendemos com o retorno de expositores que não estiveram no evento no ano passado e com muitas empresas que estarão aqui para participar pela primeira vez” – concluiu Pires. A LABACE é uma feira de negócios, que atrai um público interessado em adquirir aeronaves, helicópteros, produtos e serviços do segmento de aviação executiva. [Helio L Oliveira, de SP * Fotos: NOP-Fly/Inflyght Aéreo]

Anúncios